Madeira apreendida pelo INEMA é doada para o Município

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) doou para a Prefeitura, nesta terça-feira (25), 28 pranchões de maçaranduba (Manilkara sp), da família Sapotacaeae, a qual existe diversas espécies em extinção.

A madeira, que foi apreendida numa ação conjunta do INEMA, por meio da Fiscalização Preventiva de Campo, juntamente com o ICMBio, a Prefeitura e a 27ª CIPM nos dias 30 e 31 de maio deste ano, no Quilombo Salamina Putumuju, totaliza aproximadamente quatro metros cúbicos  e tem valor estimado em R$ 2,8 mil.

O Quilombo possui cerca de dois mil hectares do bioma mata atlântica. Na época, a operação foi realizada com o objetivo de verificar pontos de desmatamento irregulares na área.

O secretário municipal de Governo, Jiomar Fernando Mendes, assinou o termo de doação nesta manhã, no gabinete da Prefeitura, juntamente com a diretora de Fiscalização e Monitoramento Ambiental do INEMA, Lúcia de Fátima Carvalho Gonçalves. De acordo com o secretário, a madeira será utilizada nas obras da Prefeitura atendendo ao plano de uso exigido pelo Instituto.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.